terça-feira, 31 de março de 2009

Salva-me - Guillaume Musso

Sinopse

Uma história encantadora repleta de fantasia, "suspense" e amor. O insólito encontro entre Juliette e Sam é explosivo e mágico. Mas o apaixonado fim-de-semana que vivem juntos é maculado pela mentira. Sam, viúvo, diz ser casado; Juliette, empregada num café, diz-se advogada. Juliette tem de regressar a Paris e Sam acompanha-a ao aeroporto. É o instante decisivo em que o destino deles pode mudar, mas nem um nem outro ousa pronunciar as palavras necessárias. Meia hora mais tarde, chega a notícia: o avião de Juliette explodiu em pleno voo. Sam é agora um homem desesperado. Está longe de imaginar que a história deles não acaba aqui...


Excertos

"Cada um corre por sim sem se preocupar com o vizinho.As pessoas são esmagadas umas contras as outras e, no entanto, estão extremamente sós."


"... Se já amou sinceramente uma vez na vida, tem todas as hipóteses de amar novamente..."


"A única verdade sobre a Terra é que nunca sabemos de que se fará o amanhã"


"... O brilho de algumas horas de felicidade é por vezes suficiente para tornar toleráveis as desilusões e as injustiças com que a vida não deixa de nos contemplar"


Este foi o segundo livro que li deste autor, e tal como o primeiro, há sempre uma personagem bastante estranha e sombria para complicar a vida dos protagonistas. Neste caso é Grace Costello que aparece do nada, para dizer a Sam que a mulher da sua vida, Juliette vai morrer muito brevemente e que a missão dela é fazer com que isso aconteça, porque esse é o destino dela. Lutando contra um trágico destino Sam procura todos os meios ao seu alcance para modificar tão triste fim e no meio disto tudo descobre que Grace Costello morreu há dez anos, em cumprimento do seu serviço enquanto polícia. Uma história surpreendente que agarra o leitor até à última página deste emocionante Salva-me.

Classificação: 4/5

3 Comments:

Ana said...

Estou a ler este livro...para já estou a gostar!

Maria Manuel said...

Comecei por ler o E depois... e fiquei fã da escrita de Musso. Acho que este ainda me conseguiu prender mais.

Catarina Costa said...

Uma história envolvente, grandiosa e surpreendente que consegue tocar-nos o coração. Adorei.