sexta-feira, 17 de abril de 2009

Novidade: Bertrand lança A Rosa do Deserto

Índia e Inglaterra como nunca as viu através de um cativante e invulgar romance histórico

Linda Holeman não é um nome desconhecido dos leitores portugueses. No passado, a Bertrand editou já O Pássaro de Caxemira. E tal como aquele, este A Rosa do Deserto é também um romance impossível de esquecer.

A Rosa do Deserto retrata a história de duas pessoas tão extraordinárias quanto os cenários em que decorre a acção: Índia e Inglaterra. No livro, a autora explora o destino de uma jovem muçulmana nascida para ser obediente e até subserviente mas com sonhos de aventura e liberdade. Chama-se Daryâ, é uma mulher amaldiçoada – porque é infértil - e quando a conhecemos é ainda esposa de um membro de uma tribo afegã.

Porém, mais terrível do que a sua esterilidade é a punição que vai enfrentar quando o marido descobre a sua condição. Perante a hipótese de morrer ou fugir, Daryâ consegue escapar para longe. David Ingram é um enigmático inglês, em viagem pelo Afeganistão, e embora seja um estranho para Daryâ é também o único homem que a pode ajudar. Como? Levando-a para Inglaterra e proporcionando-lhe tudo o que ela merece. Mas será que o ex-marido de Daryâ permitirá tal ousadia?

A Rosa do Deserto é uma história de amor, perda e redenção que inebriará os sentidos do leitor da primeira à última página.

Sobre a autora

Linda Holeman é autora de seis livros para crianças e jovens escreveu dois livros de contos para adultos sendo que ambos foram largamente premiados no Canadá, terra natal de Holeman. A Rosa do Deserto é o seu primeiro romance.

É licenciada em Psicologia/Sociologia pela Universidade de Winnipeg e tem também um curso de Psicologia Educacional pela Universidade de Manitoba. Antes de se dedicar ao à escrita Holeman leccionou durante 10 anos. Tem Três filhos e vive em Toronto, Ontário.


Sobre A Rosa do Deserto

«A Rosa do Deserto é… ricamente ambientado, magnificamente escrito e está cheio de personagens fortes.» | Book Review South África

«Uma maravilhosa evocação histórica, é absolutamente envolvente». |Woman’s Day (Austrália)

Chancela: Bertrand Editora

560 Páginas | PVP: 19,90 €

Disponível a partir de 24 de Abril

4 Comments:

Betita said...

Li "O Pássaro de Caxemira" já há uns tempos! É um dos melhores romances que já li, muito bom mesmo!
Tenho de ler este também ;)
Bom fim de semana e boas leituras!

Homem do Leme said...

"O Pássaro de Caxemira" ainda não li porque esgotou e não o consigo encontrar (assim que aparecer no "meu" alfarrabista, eu compro).

Este parece-me muito interessante, e como é passado na Índia quase de certeza que o irei adquirir.

Ana said...

Concordo com a Betita, "O Pássaro de Caxemira" é um exceletne livro...5 estrelas!!!!!

Maria Manuel said...

Fiquei curiosa em ler algum dos livros da autora, ou O Passáro de Caxemira ou mesmo este novo livro que vai sair.